Análise de Filme: “A Procura da Felicidade”

Updated: Apr 20


Sinopse: Em “A Procura da Felicidade”, (The Pursuit of Happyness), Chris Gardner (Will Smith), relata uma emocionante história de um homem lutando pela sobrevivência. Apesar de todas as tentativas para manter a família unida, a mãe (Thandie Newton) de seu filho de cinco anos Christopher (Jaden Christopher Syre Smith) está constantemente sobre uma forte pressão financeira. Sem condições de suportar a situação, ela relutantemente decide partir. Gardner, agora um pai solteiro, continua a perseguir desesperadamente um emprego com melhor remuneração, usando toda sua habilidade de vendedor.

Podemos analisar no filme “A Procura da Felicidade” que durante a história de Chris Gardner, as necessidades básicas dele estavam sempre em conflito, pois seu mundo desmoronava a cada momento, com isso verificamos sua motivação sempre muito intensa, acreditava que poderia realizar algo extraordinário, confiava sem si e seus atributos, mesmo que estivesse em uma situação difícil que muitas vezes para nós parecesse sem solução, para ele era um motivo a mais para superar as barreiras e alcançar o sucesso tão almejado.

Desta forma é compreendido alguns comportamentos relacionados aos momentos que Chris vivenciara em sua vida e principalmente, em sua corrida para o sucesso profissional:

  • Persistência: Chris estava sempre tentando vender os scanners médicos, onde estivesse procurava uma oportunidade de conseguir seus objetivos, no momento em que buscava uma colocação no mercado de trabalho, procurou o responsável pela vaga, e mesmo tendo recebido pouca importância, do selecionador não desistiu.

  • Ousadia: Chris procurou o responsável pela vaga novamente, colocando tudo em jogo, dizendo que estava indo no mesmo local para poder dividir o taxi com ele, não recebendo atenção mais uma vez, assim, procurou compreender o que atrapalhava este momento, voltou se para o que era a atenção do selecionador, que era um cubo mágico, com isso, teve uma atitude ousada em insinuar que conseguiria montar e assim realizando a tarefa e tendo a atenção do responsável pela vaga, que posteriormente lhe informou o momento da entrevista.

  • Sinceridade: no momento da entrevista, Chris estava vestido de forma inadequada por ter sido preso por não pagar multas de trânsito, demonstrou ser sincero contando o que havia ocorrido e não querendo inventar uma desculpa, assim teve a oportunidade de receber a atenção dos selecionadores falando também sobre suas características pessoais mostrando ser bem articulado

  • Falta de Ética: a vaga que Chris concorria, não tinha salário, o que aparentemente foi informado posteriormente a sua aprovação, o supervisor também fazia dele seu empregado, por motivos não explícitos no filme, todo momento pedindo que ele fizesse favores a ele.

  • Sucesso: após o período de estagio, Chris foi efetivado e posteriormente abriu seu próprio negócio

  • Empreendedorismo: Chris sempre buscou ter algo próprio, desde as vendas dos scanners médicos até o momento em que abriu sua própria corretora de seguros.

O filme nos deixa uma mensagem de superação e motivação, independente das circunstâncias, nos levando a refletir sobre os objetivos que temos traçado para nossas vidas e o que temos feito para alcançá-los. Em relação a carreira profissional, vemos que podemos muito mais do que podemos imaginar, se lutamos em função daquilo que almejamos podemos construir um futuro promissor.

#cinema #portuguese

0 views
Contact
  • Facebook
  • LinkedIn
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now