“Mobbing”: Assédio Psicológico no Trabalho

Updated: Apr 20


Estudos realizados através de observação de animais, principalmente com aves, identificaram comportamentos violentos por espécies de maior poder e força, que de certa maneira se identificava como ameaçador por espécies mais vulneráveis. Em humanos estes comportamentos são atribuídos semelhantemente aos de outros animais, porém sua diferença se define por questões psicológicas que afetam a vida do sujeito em todos os aspectos de sua vida.

O "Mobbing" é definido como o fenômeno na qual uma pessoa ou grupo de pessoas exerce violência psicológica extrema, de forma sistemática e decorrente, durante um tempo prolongado – por mais de 6 meses e que os ataques se repitam numa frequência média de 2 vezes na semana – sobre outra pessoa no local de trabalho, com a finalidade de destruir as redes de comunicação da vítima, ou vítimas, destruir sua reputação, perturbar a execução de seu trabalho e conseguir finalmente que esse indivíduo, ou indivíduos abandonem o local de trabalho.

Tipos de “Mobbing”

Ascendente: Ocorre quando um indivíduo de hierarquia superior se percebe agredido por seus subordinados.

Horizontal: Ocorre quando dois ou mais indivíduos em um mesmo nível hierárquico emitem comportamentos agressivos, levando em consideração que estes comportamentos individuais não se caracterizam como o comportamento do grupo que também possui sua própria identidade.

Descendente: Ocorre quando um indivíduo de hierarquia inferior se percebe agredido por seus superiores.

Fases do “Mobbing”

•Conflito: Caracteriza-se pelo surgimento de atritos entre as pessoas que não possuem os mesmos objetivos e interesses.

•Mobbing ou estigmatização: Caracteriza-se pela prática do assediador propriamente dito, de colocar em prática suas estratégias de humilhação à vítima visando a ridicularização e isolação social da mesma durante um tempo prolongado.

•Intervenção na empresa: Caracteriza-se pela tomada de consciência por parte da empresa referente ao conflito em questão, onde a mesma pode optar por uma solução positiva, remanejando os colaboradores envolvidos ou pela solução negativa onde se aborda uma solução exaustiva do caso devido a escassa investigação e encarando a vítima como o problema a ser combatido.

O contexto do “Mobbing” pode ser compreendido de maneiras semelhantes em diferentes culturas. O assédio psicológico no trabalho não é um problema exclusivo de determinados países, mas um fenômeno generalizado, que ocorre em função de situações. Estudos realizadas pelo Instituto Nacional e Saúde Ocupacional (NIOSH, 2003) nos Estados Unidos em 1992 apontam que o custo total da violência no trabalho, foi de US$ 4 milhões, entre outros estudos, conclui-se que não por uma questão altruísta e humanista e sim econômica, o “Mobbing” se tornou objeto de estudo cientifico, com a finalidade de se reduzir gastos e consequentemente melhorar o ambiente das organizações.

Sendo o “Mobbing” caracterizado por fatores que envolvem riscos psicossociais relacionados ao ambiente de trabalho, tem sido percebido, que o mesmo gera consequências negativas à indivíduos agredidos reduzindo sua saúde psicológica e física.

Sintomas negativos à saúde aparentes do “Mobbing” geralmente estão ligado à stress, apatia, tensão, depressão, ansiedade, irritabilidade, condutas antissociais, adição de drogas e álcool, suicídio, psicossomática (problemas dermatológicos, digestivos e cardio vasculares), entre outras.

Como prevenir e tratar o “Mobbing”?

•Criar cultura organizacional que o minimize.

•Gestão e treinamento de liderança e subordinados.

•Facilitar a comunicação das partes.

•Pesquisa de clima.

Um assunto que nos dias atuais deve ser levado em conta e colocado em pauta nas organizações, pois em muitos casos a ocorrência é extremamente oculta devido ao medo dos afetados de se exporem ou prejudicarem seus empregos.Cabe aos profssionais de recursos humanos e das ciências sociais dentro das organizações voltarem sua atenção para o assunto, facilitando os meios de comunicação entre os trabalhadores para que a saúde tanto dos indivíduos quanto da prórpia organização sejam preservadas.

#gestãodepessoas #saúdenotrabalho #saúde #psicologia #portuguese

0 views
Contact
  • Facebook
  • LinkedIn
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now