Planejamento de Carreira: Teoria e Prática

Updated: Apr 20


Segundo Dutra (1996) a administração de carreiras tem como objetivo estimular e oferecer uma metodologia para o planejamento individual da carreira e estruturação do desenvolvimento profissional, além de subsidiar, com conceitos e ferramentas, o gerenciamento de RH de forma estratégica nas empresas. A ideia de planejar a carreira, também se desenvolve no universo particular dos sujeitos, permitindo que eles programem suas vidas para além do universo das atividades restritas a uma só empresa. Uma carreira se torna subjetiva quando é escolhida pelo sujeito e implica em investimento pessoal, na realização de seus projetos de carreira, e passam a ser desenvolvidos, estudados e escolhidos.

No contexto universitário há grande dificuldade por parte dos estudantes em engrenar no mercado de trabalho em suas desejadas profissões, gerando sentimentos de insegurança e questionamentos de como participar deste processo da melhor forma possível. Muitas dúvidas estão diretamente relacionadas a questões de como montar um currículo atrativo e adequado, se comportar em processos seletivos incluindo entrevistas e dinâmicas de grupos. Desta forma podemos entender o planejamento em duas vertentes, em primeiro momento das organizações que buscam se destacar na competitividade do mercado de trabalho, por outro lado, os profissionais que são responsáveis por gerenciar suas carreiras e manter suas posições atrativas para este mercado, e através disso pensar sobre o futuro profissional e seu desenvolvimento através de experiências e vivências práticas (SOARES; DIAS. 2009).

É observado que para as pessoas um planejamento de carreiras adequado está diretamente ligado a sua empregabilidade, que é definido como o quanto um candidato interessante para o mercado de trabalho, através de suas competências, ou seja, o quanto este candidato possui qualidades de acordo com as necessidades das organizações (MINARELLI, 1995).

O planejamento de carreiras tem como um dos objetivos principais poder orientar e preparar os estudantes sobre os desafios do mercado de trabalho. Soares e Dias (2009) citam que a idéia do planejamento de carreiras é poder possibilitar aos universitários uma reflexão sobre o seu projeto profissional por meio do planejamento de suas carreiras, e pensando que o inicio de uma graduação traga várias dúvidas e anseios, quando o curso vai chegando ao seu término as angustias, dúvidas e as incertezas tendem a aumentar também fazendo com que muitos estudantes fiquem aterrorizados frente as situações do mercado de trabalho. O planejamento de carreiras também serve como preparação para o mercado de trabalho, onde muitas vezes os estudantes só vão começar a pensar sobre sua carreira quando já estão com o diploma nas mãos, o que pode ser de extrema dificuldade por não saberem como se comportarem frente as situações.

Soares e Dias (2009) descreve que através do planejamento de carreiras pode se trabalhar vários temáticas, entre elas, a relação entre trabalho e emprego, características pessoais, currículo profissional e processos de recrutamento e seleção de pessoal, como entrevistas de seleção e dinâmicas de grupo que podem ser utilizadas nos encontros usando situações para ilustrar de forma adequada o que pode acontecer no mercado de trabalho. Outros temas que podem ser usados nos encontros são: a escolha do curso/profissão, onde passa a conhecer os participantes e entender o porquê das escolhas e conhecer melhor os cursos escolhidos, o autoconhecimento que envolve uma maior reflexão sobre sua identidade, seus projetos de vida pessoal e profissional. Outro assunto trabalhado nos encontros é referente ao mercado de trabalho, em que pode ser explicitado as mudanças do mercado de trabalho e como estar preparado a ele. Um tema bastante comentado e discutido durante os encontros é sobre as dinâmicas de grupo, em que é explicado quais comportamentos são avaliados nas dinâmicas e algumas dicas de preparação para melhor se desenvolver, também é falado nos encontros sobre entrevista a importância de um currículo bem feito e como se comportar em uma entrevista de emprego, do que pode fazer ou não nem um processo seletivo. Networking e Marketing Pessoal também são discutidos durante os encontros tendo como objetivo fazer com que pensarem sobre a importância dos contatos e como trabalhar a sua imagem para as empresas e para os avaliadores. O planejamento de carreiras é uma atuação dinâmica podendo ser reavaliada periodicamente, pois permite mudanças e reformulações, ou seja, que a carreira seja repensada e replanejada ao longo da vida profissional, desde os anos iniciais até a aposentadoria. O aperfeiçoamento de certas competências, muitas vezes buscadas ou não pelo mercado, e conhecimento de novas habilidades, a atitude e os interesses podem ser grande o diferencial que assegurará o sujeito a adquirir posições de carreira de trabalho e de trajetórias de vida gratificantes. O planejamento de carreira deve começar através da avaliação pessoal do que o individuo deseja para sua vida futura e atuação profissional. Dessa forma, o jovem precisa estar com a atenção voltada ao mercado de trabalho, compreender as exigências e demandas das organizações e seus próprios pontos fortes e fracos, identificando e trabalhando a ansiedade inicial de obtenção de emprego.

Para se capacitar para a elaboração de um planejamento de carreira, o cliente deve se defrontar em primeiro momento com questões como quais são os seus medos, expectativas e dificuldades em relação ao primeiro emprego; deve buscar o aprendizado dos perfis profissionais e das características de cada profissão. Além disso, deve pesquisar informações que tem relação com as áreas profissionais de seu interesse, com o objetivo de avaliar quais são os possíveis campos de atuação, e definindo um projeto de vida profissional que o auxilie na tomada de decisões sobre o futuro. (SOARES; DIAS. 2009).

#psicologia #psicologiaorganizacional #gestãodepessoas #portuguese

5 views
Contact
  • Facebook
  • LinkedIn